29/03/2007

Quando as palavras não fluem...

Quero escrever...
Mas escrever algo que me acalme, que me tranquilize, mas não consigo...
Não "sai" nada, está tudo incrustado em mim... Bem cravado a ferro e fogo... Bem lá no fundo.... E não consigo deitar para fora... E dói, e mói... E é doce e é amargo...

5 comentários:

Anónimo disse...

És um vulcãozinho em constante erupcção. Calma! Bj

rouxinol de Bernardim disse...

Caríssima:

Estar assim deprimida é normal... mas há remédio: visita o meu blog e sorri à vida!

"A vida pula e avança... como bola colorida entre as mãos de uma criança!"

Ai este Gedeão, que é imortal!

Claudia disse...

Bem para uns sou um vulcãozinho para outros ando deprimida... Engraçado...

Anónimo disse...

Vulcão...SIM, Deprimida...NÃO...APAIXONADA...SIM, e muito!
A grande diferença entre quem lê o que escreves é exactamente saber o que valorizar e porque valorizar.
Sei...com a verdade de quem está sempre lá...que o vulcão não está em constante erupção mas que é mais como o avançar da lava pela encosta, lento, contínuo, desbravando terreno, criando caminho...e nesse sentido, creio eu, segue o trilho do amor e da felecidade.
Quem acompanha este Blog assiduamente consegue destrinçar um perfil, género iceberg, a melhor parte, a mais bonita e verdadeira, aquela que é fiel a ti mesma...está submersa. É ler, por exemplo, artigos como a flor de lótus, bola de cristal, minha amiga solidão sendo que este último é uma lufada de ar fresco, e ao mesmo tempo inebriante, a meio de tantos posts e blogs que pululam a internet.
escreve o que quiseres...mas escreve...dá-me o prazer de ler, reler e de me apaixonar por esse tu que é tão belo e desconhecido...o meu iceberg.

Pkenino

Duarte disse...

O hábito de questionar o mundo e viver nessa ânsia de obter respostas nem sempre é um desafio pacífico, resulta de mais uma etapa que estás a suprir, a qual superarás através de uma erupção ampla que decerto ficará traduzida em palavras. Mói, dói,... consome, mas desse esforço, dessas provações que te aguilhoam a alma, florescerá novo sorriso :)
Beijos